Festival convida para experiência de ‘bem viver’ em Monte Belo do Sul

Estilo

Estilo
standard image post

Vieni Vivere la Vita Festival ocorre dias 15 e 16 de novembro com atrações gastronômicas, vinícolas e artísticas em município que preserva estilo de vida típico do interior e legado da colonização italiana

 

No próximo feriado prolongado – dos dias 15 e 16 de novembro – reúna a família ou os amigos em um automóvel e dirija até a cidade de Monte Bento do Sul, na Serra Gaúcha para experimentar muito mais do que um simples passeio pelo interior: prepare-se para uma verdadeira viagem no tempo. 

O pequeno município de pouco mais de 2,6 mil habitantes parece retirado das páginas de um livro de história que conta a saga da imigração italiana no Rio Grande do Sul. Emoldurado pelas belas paisagens naturais da região, Monte Belo do Sul preserva em cada detalhe a essência do legado cultural deixado pelos colonizadores europeus que desbravaram a região no longínquo ano de 1875. Da arquitetura – desde a urbana, com o desenho que tem a Praça da igreja como coração da cidade, passando pelo traçado das construções e moradias – até os costumes dos habitantes, que preservam a convivência comunitária, com longas conversas em talian, regadas a vinho colonial e pratos de massa feita em casa, entre outras receitas típicas – tudo remete a uma experiência de vida inusitada. 

Essa é a proposta para a qual convida a segunda edição do ‘Vieni Vivere la Vita Festival’: viver a vida como se faz em Monte Belo do Sul. O encontro exibe o trabalho de mais de 20 expositores locais – com tendas de produtos coloniais (pães, queijos, cucas, biscoitos, salames, geleias, vinhos), pratos típicos e lanches para degustação em grandes espaços de convívio coletivo. Também ocorrerão diversas apresentações artísticas no local (programação abaixo).

No melhor estilo do turismo de experiências, a programação do Vieni Vivere la Vita Festival ocorre nos dias 15 e 16 de novembro, das 10h às 22h, na Praça Padre José Ferlin, em Monte Belo do Sul – RS. O acesso ao festival é gratuito (alimentação e bebida por conta do visitante). Confira alguns dos atrativos do Vieni Vivere la Vita Festival.

 

Farta gastronomia

Em terra de colonização italiana, a mesa é sempre farta. Em Monte Belo do Sul, há opções típicas tanto para quem prefere um lanche mais simples quanto para aqueles dispostos a degustar uma sequência colonial de dar água na boca. Durante o festival, serão seis estabelecimentos especializados em gastronomia. Para quem é adepto do bom e tradicional café, acompanhado de um quitute como pão de queijo ou empada, a pedida certa é o Café Faccin e o Il Divino Caffé e Eventos. O Restaurante Bella Serra e a Rota 444 Petiscaria também estarão com suas especialidades à disposição do público – hambúrgueres, pizzas e lanches fazem parte do rol de opções. A renomada Casa Olga traz para o Festival o conceito da culinária afetiva em pratos com gostinho de feito em casa. A Casa prima por um menu de pratos típicos carregado de significados e elementos que vão além do sabor, aguçando também a memória do visitante. Mais tradicional restaurante de Monte Belo, o Nonna Metilde exibe seu consagrado cardápio típico colonial italiano – contemplando uma sequência rica em pratos que fazem parte da culinária italiana. Parte desse cardápio estará também no festival: uma tábua de frios de encher os olhos – e a barriga – junto à autêntica sopa de capeletti.

 

Opções em vinícolas locais

Sucos, vinhos e espumantes têm destaque no município que é o maior produtor de uvas per capita da América Latina. Parte do Vale dos Vinhedos, Monte Belo do Sul carrega indicação de procedência nas vinhas – sinalizando a qualidade das bebidas ali produzidas. No festival, 10 vinícolas servirão os produtos à escolha do consumidor: em taça ou garrafa – seja para consumir no local ou levar para casa. Vinícola De Mari, Vinhos Casa Fantin, Vinícola Vallebello, Vinhos Faé, Faccin Vinhos, Dom Riccardo Vinhos Finos, Casa Lovisa Vinhos, Casa João Moro Vinhos e Casa Marques Pereira oferecerão vinhos e espumantes das mais diversas variedades – enquanto a Famiglia Tasca Sucos e Museu Familiar explorará a comercialização de sucos de uva tinto e branco. 

A novidade da edição é a Somacal Vinhos Únicos e Splendore Licores Finos, que apresentará uma linha diferenciada de licores exclusiva no festival. A Somacal iniciou as atividades em 2018 e adquiriu a Splendore neste ano – uma empresa que estava no mercado desde 1998. “O nosso objetivo é desmistificar a ideia de que o licor é uma bebida antiquada. Queremos aproximá-la do público jovem – e contamos com o festival para divulgarmos nosso propósito e projetar a marca”, considera Graziela Trevisan Somacal, proprietária da vinícola ao lado do marido, Diego Somacal. No festival, o empreendimento pretende oferecer os 12 sabores de licores produzidos na propriedade familiar, que vão desde chocolate até frutas cítricas como limão e laranja.  

 

Autenticidade no artesanato

As expressões da arte artesã, cultivada e transmitida através das gerações, são encontradas em Monte Belo do Sul na confecção de artefatos típicos da cultura italiana, herdada dos imigrantes. Quem visitar o Vieni Vivere la Vita Festival poderá conhecer, por exemplo, o trabalho da Tanoaria Mesacaza, uma das únicas empresas do ramo no Sul do país. A tanoaria produz artesanalmente, sob medida e em madeira, barris, tonéis, tinas, baldes, ofurôs, entre outros. Outro destaque é o Artesanatos Benatti, que cultiva uma tradição centenária e familiar na confecção de chapéus, cestas e demais produtos feitos à base de palha de trigo. 

Quem procura artigos artesanais ainda mais inusitados precisa conhecer a Senzafine, do casal porto-alegrense Maurício Pamplona e Amada Peçanha Pamplona: eles trocaram o agito da capital gaúcha pela tranquilidade montebelense e fundaram uma ecofazenda que trabalha com produtos naturais de alfazema – sabonete natural, aromatizador, escalda pés, infusão, camomila e buquês, tudo feito da planta – comercializados durante o festival. “Nos apaixonamos por Monte Belo em 2015, quando achamos a propriedade à venda na Internet e fomos conhecer o lugar e a cidade em um final de semana. Adoramos o clima de cidade pequena, com ruas largas, espaço, pessoas acolhedoras, tradições típicas e a paisagem encantadora. Em 30 dias já havíamos comprado o sítio e começamos nosso sonho: criar o Senzafine, uma ecofazenda”, comenta Maurício. Desde então, o casal vem investindo em recuperar a terra abolindo totalmente o uso de pesticidas e agrotóxicos. 

 

Iguarias da agroindústria local

Pães, geleias, biscoitos, massas, salame e queijo estão entre os produtos ofertados nas tendas alocadas na Praça Padre José Ferlin durante o evento. É possível experimentar as delícias caseiras da Produtos Coloniais Gabriel e da JRA Sabores, bem como os temperos e especiarias da Produtos Patroa. 

 

Programação para toda a família

Paralelo ao artesanato, agroindústria familiar, vinhos, espumantes e gastronomia típica, uma programação composta por atrações artísticas locais e regionais preenche os dois dias de evento, das 10h às 22h. Desde grupos infantis e adultos do próprio município até artistas conhecidos no Estado, a ideia é abranger todos os públicos. “O festival é a vitrine de todo o trabalho realizado pelos nossos empreendedores e secretaria com o intuito de valorizarmos o quê é de Monte Belo e mostrarmos nossas potencialidades turísticas e culturais. Estão todos convidados a prestigiar”, reforça Alvaro Manzoni, Secretário de Cultura e Turismo de Monte Belo do Sul.

 

Confira a programação cultural do ‘Vieni Vivere la Vita Festival’:

 

Dia 15 (sexta-feira)

11h30 – Show com Joce Sampaio

13h30 – Apresentação do Coral Municipal Musicando Melodias, Coral Infanto Juvenil Alegria de Cantar e Grupo Acordes

15h30 – Espetáculo Cênico-Musical Terra Nostra

17h30 – Show com Beto Valduga Quinteto

19h30 – Show com Jonny Grace, cover de Elvis Presley 

21h30 – Show com Acústicos Band

 

Dia 16 (sábado)

11h30 – Apresentação do Grupo Vicentino

12h30 – Show com a banda JESSE47

14h30 – Show com Acustic Rock Maicon & Pontel

16h30 – Apresentação com o Grupo de Danças Ballo D’Italia e Dança Infantil Picolli Balerini

17h30 – Show com Ragazzi Dei Monti

19h30 – Show com Tenor Dirceu Pastori

21h30 – Show com Credenciados – Creedence Cover

 

SERVIÇO

O quê: ‘Vieni Vivere la Vita Festival’

Quando: 15 e 16 de novembro, das 10h às 22h

Onde: Praça Padre José Ferlin, em Monte Belo do Sul – RS

Mais informações: fanpage ou perfil de Instragram do ‘Visite Monte Belo’