Indústria moveleira retoma atividades com aparato reforçado contra contágio

Negócios

Negócios
standard image post

Sindmóveis Bento Gonçalves indica que se mantenham políticas de home office e flexibilização de turnos, quando aplicáveis

 

 

As indústrias de Bento Gonçalves retomam suas atividades nesta segunda, dia 06 de abril, autorizadas pelo Decreto Municipal número 10.494, publicado no último domingo. A autorização de operação ocorre mediante o cumprimento de uma série de requisitos previstas no decreto e, além dessas medidas, o Sindmóveis orientou as indústrias do setor moveleiro a adotarem outras práticas no sentido prevenir o contágio nos ambientes de trabalho, estimulando o home office e a definição de políticas de flexibilização de turnos, quando aplicável. 

Além disso, a entidade sugere às empresas do setor a criação de políticas de triagem e isolamento rápido de casos suspeitos, indicando também práticas de trabalho seguro e reforçando a manutenção do afastamento de trabalhadores acima de 60 anos, grávidas, lactantes e portadores de diabetes, hipertensão, problemas respiratórios, doenças cardiovasculares e pacientes imunossuprimidos. 

O presidente do Sindmóveis, Vinicius Benini, reforça que a as indústrias têm evitado demissões, optando pelas alternativas disponíveis, mas que a implementação de medidas econômicas ainda é esperada para frear o desemprego a partir de agora, já que uma queda na produção é inevitável. 

O setor espera a volta da normalidade na produção moveleira apenas no segundo semestre, com recuperação do nível de empregos de 2019 apenas em 2021. “Os choques de oferta e demanda causados pelo coronavírus na economia mundial impactarão fortemente o setor, mas ainda é cedo para avaliarmos o tamanho da crise e sua extensão. De momento, como sindicato, nosso papel é fazer com que as empresas, ao voltarem, tenham o aparato necessário para segurança de todos”, pontua Benini. 

O Sindmóveis Bento Gonçalves seguirá atuando em caráter de home office nesta semana e atendendo seus associados remotamente.