“Recalculando a rota: Ser Feliz e Ser Melhor” | Ana Carolina Azevedo

Vida

Vida
standard image post


“O valor dos laços que a gente cria com as pessoas é algo que o dinheiro não compra. Esse foi um grande aprendizado”, ressalta Ana Carolina Azevedo, jornalista e criadora de conteúdo no Blog Culinarismo, ao bater um papo inspirador com a gente no #DesafioDesignSerra.

Ao se deparar com diagnóstico de câncer de mama, em meio a um turbilhão de sentimentos, se encheu de coragem e recalculou a rota, com o objetivo de dividir sua experiência nesse novo processo de tratamento, em uma rede de apoio com acupuntura, heike, terapia, yoga e alimentação. “Tem momentos difíceis a partir do tratamento, não quero ser deslumbrada e nem proferir mensagem de autoajuda, como se fosse simples ou fácil. O câncer é um diagnóstico muito difícil, ele nos coloca à prova. Cada um tem a sua vivência, isso é muito particular. Eu fiz escolhas conscientes, e em como eu ia transformar tudo isso”, revela.

A jornalista também contou sobre o seu envolvimento com o movimento Slow Food e a transição do blog ao levantar a bandeira para o alimento bom, limpo e justo. Atualmente, os lugares apresentados nos conteúdos têm exatamente esse mesmo propósito.

Na voz é possível sentir a emoção quando Ana conta sobre a vida dividida com Joana, sua filha. “Moramos eu e ela somente, não existe a possibilidade de desistir, eu tenho os meus sonhos. Eu quero ver a Jo crescer, quero viajar, quero ter experiência. Então zero chance de desistir”, afirma. 

Após seis meses de quimioterapia, a jornalista fez a cirurgia para remover o tumor. Ela está em isolamento absoluto devido a pandemia. “Não sofro muito pelo isolamento, porque me sinto segura, minha casa é o melhor lugar para estar”, relata.

Depois do diagnóstico, a busca pela construção do que quer deixar após o fim do processo foi origem de uma reflexão constante. “Quanto tempo a gente fica adiando as coisas, quando tu tens um diagnóstico, tu não tens mais muito a adiar, tens que encarar a vida e deixar de postergar os planos e, com muita alegria, consegui fazer isso expressando meu carinho pelas pessoas que eu tinha dificuldade antes. Não dá pra perder a chance de dizer o quanto elas são importantes para nós, não sabemos se estaremos aqui amanhã”, lembra.

Ana Carolina também escreve em seu perfil pessoal do Instagram, sob a óptica dos aprendizados na sala de quimioterapia, que considera um exercício jornalístico muito legal, segundo ela.  Movida por uma fé que aflorou no meio desse processo todo, ela finaliza dizendo que a gente pode aprender pelo amor e tentar se melhorar a cada dia.


Ana Carolina Azevedo

Perfil pessoal | Instagram / Facebook

Blog Culinarismo | Instagram  / Facebook