CONFIAR | por Melissa Poletto

Negócios

Negócios
standard image post

30 dias e muitos acontecimentos marcantes.

Lançamento do primeiro voo comercial ao espaço, que só poderia ser idealizado por Elon Musk. Nunca poderia imaginar esta possibilidade  pouco tempo atrás.

O racismo vem à tona manchado de sangue, porque é muito mais que um preconceito, é um motivo para praticar a violência a outros e, muitas vezes, levar à morte.

Pesquisas fraudulentas são utilizadas pela OMS para orientar os tratamentos relacionados ao COVID-19. Os números não param de subir, e as pessoas estão sedentas por normalidade”.

E, na última semana, sai a lista de pessoas que foram beneficiadas com o auxílio do governo e choca a muitos, pois, aparentemente, alguns não precisavam tanto quanto outros. Lembrando que o auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores(as) informais, Microempreendedores Individuais (MEI), autônomos(as) e desempregados(as), e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus - COVID 19.

São muitos acontecimentos novos e distintos, mas que provocam um novo olhar. Minha intenção diante dos fatos é escrever sobre CONFIAR.

O quanto o ato de CONFIAR está presente no seu dia a dia? Você já se perguntou se confia nos seus familiares? Se confia no seu companheiro/a? Mas, principalmente, se você confia em si mesmo? Isso sem falar em CONFIAR naquilo que não vemos com os olhos, que não há certeza, que apenas sentimos. Chame como quiser: intuição, religião, espiritualidade. Eu nomeio de fé.

Diante dos acontecimentos, minha interpretaçãé que temos que confiar, principalmente, em nós mesmos. Temos que confiar que a tecnologia traz passeios comerciais ao espaço e também poderá trazer a cura do câncer e cessar a fome. Confiar que o preconceito, de diferentes formas, está dentro de cada um de nós, porém, sem esquecer que nascemos sem ele. Confiar que mesmo as referências mundiais podem se enganar, e está tudo bem, todos estamos passíveis de erro, o que vale é reconhecer e aprender. Confiar que o julgamento não nos cabe e que, na corrupção, nós somos instrumentos que podem cessar essas atitudes.

Muita gente pensa que o movimento de um não pode influenciar no movimento de muitos. Eu não compartilhodesse pensamento. Eu acredito que fazendo a minha parte, estou ajudando o todo. E minha reflexão sobre isso é que muitos não conseguem bancar” o seu posicionamento ou as suas verdades e, então, acabam cedendo à maioria. É neste ponto que chego no principal disso tudo: CONFIE em você, nos seus valores, nas suas crenças, porém, antes, conheça a si mesmo. Sem se conhecer, você jamais poderá confiar em algo que nunca viu. E exercite a sua fé. Saiba que muitas ações do dia a dia requerem aquietar a mente e confiar. Tudo está sempre certo e acontecerá no momento em que estivermos prontos para receber.

Se conheça… encontre o que é essencial em sua vida e não largue, confie. Aja de acordo com os seus valores, porque isso nunca será incoerente.