A sensualidade da madeira | por Juliana Desconsi

Casa

Casa
standard image post

Há muito tempo que madeira é o material protagonista na decoração, mas muito mais que isso a madeira é atemporal.


Visite um antiquário, veja aqueles mercados de pulgas, visite exposições com o que têm de novidades para o mobiliário, e constate que a madeira sempre está lá. 


A madeira é um material quente, aconchegante, natural e mais próximo da natureza. Em momentos atuais, ela tem sido ainda mais aceita, pois conecta-se com estilos em voga como: o escandinavo, o biofílico, o rústico, o clássico, o moderno, o contemporâneo, entre outros, trazendo versatilidade. A madeira combina com a proposta do retorno a nossa origem, aos objetos menos processados, com menos substâncias que nos agridem e agridem o meio ambiente.


Se você está em dúvida em que material incluir na sua casa, prefira a madeira, ela está isenta de modismos e combina com muitas coisas. Além de ser um material reciclável, procure se informar se ela é oriunda de fontes renováveis. Cobre do fabricante a origem desse nobre material. 


A madeira permite uma infinidade de formas, evidenciadas pelos sentidos dos veios e das catedrais, resulta em linhas com certa sensualidade que evidencia todo o seu potencial. O desenho do mobiliário que respeita essa particularidade apresenta um resultado de extrema elegância e refino. 






Para exemplificar esse movimento a Poltrona Estaiaida e a mesa de centro Pliss são referências. A mistura com outros materiais como o couro e o tecido mostram a versatilidade da madeira, apresentando produtos de estima e atemporalidade para a mobília.