O alimento é a cura | por Fernanda Godoy Farto

Vida

Vida
standard image post

A alimentação é um dos fatores mais importantes para a manutenção da saúde. 

O que você come hoje certamente terá reflexos no seu organismo, ainda que não se manifestem de imediato.


Em torno de 50 anos atrás a alimentação no mundo começou a mudar devido a grande oferta e facilidade na indústria alimentícia e o dinamismo da tecnologia também mudou o dia a dia da sociedade. Coincidentemente, em torno de 50 anos atrás, as pessoas no mundo todo começaram a desenvolver doenças que antes não se ouvia falar, como obesidade, diabetes tipo II, esteatose hepática não alcoólica, intolerância alimentar, ansiedade, insônia, refluxo, ovários policísticos, endometriose, enxaqueca entre outras. Essa geração cresceu ouvindo que devia limpar o prato porque na África havia crianças morrendo de fome. Com esse pensamento e com a facilidade de consumo alimentar é que surgiram as doenças citadas que chamamos de doenças da vida moderna.

Consegue perceber que esse consumo desenfreado de alimentos causou doenças na população mundial? Saímos da desnutrição e mergulhamos em muitas doenças. Se o alimento pode causar doenças ele também pode curar. 

“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”. Esta frase foi dita por Hipócrates há mais de 2.400 anos e cada vez mais a ciência comprova a relação estreita entre o habito alimentar e a diminuição do risco de doenças e também da sua importância no tratamento dessas enfermidades.

A medicina evoluiu muito nas últimas décadas, mas, a grande mudança é que cada vez mais médicos recomendam a prevenção de doenças através dos hábitos alimentares. Nunca o pensamento do pai da medicina fez tanto sentido não é mesmo Hipócrates? 

Estudos fazem afirmações bastante interessantes, como a de que os genes são responsáveis por cerca de 20% das doenças crônicas comuns. Os outros 80% são provenientes de como vivemos e, principalmente, de como comemos.

Acredito que cuidar da alimentação deva fazer parte da sua lista de metas para 2021, afinal, 2020 mostrou muito a importância dela em nossas vidas como prevenção e defesa. Comece hoje para colher os frutos no futuro!
Já aproveito e desejo meus votos de um ano onde as pessoas convivam com mais empatia e respeito ao próximo! Feliz natal e feliz 2021 meus queridos!

Se eu pudesse dar apenas um conselho seria: compre seus alimentos apenas na fruteira e no açougue. E frequente diariamente o seu laboratório, ou seja, sua cozinha!

Compostos nutricionais essenciais

Tudo que é essencial é devido nosso corpo não produzir ou não armazenar, ou seja, devem ser consumidos todos os dias.

ANTIOXIDANTES: vitamina C, vitamina E,  betacaroteno, resveratrol, carotenoides e o selênio. Principais fontes alimentares: folhas verdes, frutas vermelhas, cenoura, laranja, castanhas e cacau.

GORDURAS: ômega 3. Principais fontes alimentares: salmão, atum, azeite de oliva, linhaça e castanhas.

PROTEÍNAS: aminoácidos como: histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina. Principais fontes alimentares: Frango, peru, coelho, peixes como salmão, sardinha, vieira, bacalhau, atum, porco, bovina, queijos e ovos.

VITAMINAS HIDROSSOLUVEIS: Tiamina (vitamina B1), Riboflavina (vitamina B2), Ácido Pantotênico (vitamina B5), Piridoxina, Piridoxamina e Piridoxal (vitamina B6), Ácido Fólico (vitamina B9), Cobalamina (vitamina B12), Ácido Ascórbico (vitamina C), Biotina (vitamina Bh) e Niacina (vitamina PP). Principais fontes alimentares: ovos, castanhas, fígado, nozes e amêndoas.

fernanda_godoy@terra.com.br
@nutrifernandagodoyfarto
Nutricionista