Vamos viver o momento presente?

Vida

Vida
standard image post

O movimento Slow Living promove a consciência temporal, uma ideia de que cada pessoa deve escolher como usar o seu tempo, a partir de um processo de tomada de consciência e autonomia em relação a isso. E esse movimento pode transformar profundamente a relação entre pessoas e o mundo. Uma prática que proporciona estar no momento presente, é a Hot Yoga, por todas as técnicas aplicadas nas aulas. 

Tudo começa de dentro pra fora, primeiro, com a percepção de si mesmo, depois, percebendo o mundo a sua volta e consequentemente, se tiver sorte, contagia outras pessoas a aderirem o movimento. 

O Yoga redireciona o olhar das pessoas sobre calma, produtividade e rotina. Mas vamos aos detalhes, antes de mais nada, desacelerar não corresponde necessariamente em se tornar devagar. Corresponde a parar e respirar, a sentir o momento do agora. Pensar quando a velocidade e a correria fazem sentido e quando não fazem. “Para praticar Hot Yoga não precisa alterar nada em concreto na sua vida, ela simplesmente ensina como manter-se atento ao exercício de controlar os pensamentos. E é esse entendimento que traz uma plenitude e auxilia na produtividade do dia a dia, com calma.”, explica a instrutora de Hot Yoga, Lucilene Benites. 

Naturalmente os corpos estão sempre em movimento, as moléculas estão em movimento e o sistema está em movimento. Devido a isso a instrutora explica que uma forma de ter calma não é ficando quieto ou parado, esse não precisa ser o conceito de relaxar para todas as pessoas, é preciso respeitar a essência de cada ser. “O que eu quero explicar é que o Yoga possui diversas técnicas e que cada uma corresponde a personalidade particular de cada um. Para quem é calmo, algumas técnicas correspondem e segue a linha, mas para quem é muito agitado, acontece o oposto, você precisa de um movimento pra chegar a essa plenitude, e Hot Yoga por seus diferenciais também conecta”, relata Lucilene. 

Agora, você deve se perguntar: como assim “o movimento”- agitar-se, traz o resultado da calma? Quando você está em movimento arbitrário, consciente do momento presente, isso traz uma plenitude, que consequentemente proporciona calma mental. “Quando você está pleno em seu movimento, praticando um exercício consciente, a regra é respirar: inspirar, sentir o seu corpo, mexer-se e soltar o ar. Consequentemente, a consciência do momento presente nos protege dos pensamentos excessivos no passado (traços de depressão) ou no futuro (traços de ansiedade)”, explica a profissional.

O foco é cada vez mais trazer a sua presença mental pro agora! “Essa é a melhor forma que se tem pra conseguir trazer essa calma que buscamos, o nosso autoconhecimento e realmente ficar em paz consigo mesmo, através desse movimento. A atividade física traz a meditação ativa que pode ser encontrada no Yoga, que ocorre durante as posturas, por que a pessoa vai de uma postura a outra e quando vê passou uma hora e ela estava totalmente no momento presente da prática, não conseguiu pensar em coisas extras. É tanta novidade, o calor, olhar no espelho, pensar e ouvir a instrutura exigindo uma concentração ao agora que ocorre naturalmente”, conta. 

O Hot Yoga tem outro ponto positivo que proporciona autonomia e segurança, que é o espelho como um grande professor, ele faz a pessoa perceber o carinho ou a impaciência, a respiração, a admiração que tem pelo seu eu. “E isso cria um olhar mais atencioso pra si mesmo. Yoga é para a vida toda! Uma vez que você entre nessa prática, mesmo que tenham alguns intervalos, seu corpo pede pra voltar”, relata Lucilene. 

Estamos vivendo como máquinas, e essa pressão psicológica, essa velocidade é que precisamos pausar em determinados momentos. “Temos que perceber que não somos máquinas, precisamos parar para comer, ir ao banheiro, dormir. E a partir do momento que você traz o seu momento presente para a evolução interna, você acaba diminuindo essa sensação de exigência produtividade e cobrança que são colocadas sobre nós”, afirma.


O Yoga compreende o Slow Living como um direcionamento para a percepção de que a vida é um passo de cada vez, um milímetro por dia. “Todos chegaremos lá, a diferença é chegar no objetivo com saúde ou sem? O Yoga é muito além de uma posição de lótus, é promover o seu momento de agora, te conectar com uma prática e te trazer a plenitude, abrindo para outras experiências e técnicas de yoga, quando você percebe está expandindo a mente e o corpo”, complementa.