Um ano após o primeiro caso, Tacchini registra mais de mil internações

Vida

Vida
standard image post

No dia 18 de março de 2020 foi confirmado o primeiro caso de Covid-19 entre os pacientes do Hospital Tacchini, em Bento Gonçalves. Durante o pior momento da pandemia, a instituição realizou um balanço dos 365 dias de combate ao vírus, revelando a internação de 1.088 pessoas com diagnóstico positivo para a doença.



Dos casos que precisaram de internação, 764 pessoas receberam alta, e 180 faleceram (150 em função de complicações relacionadas à Covid-19 e outros 30 cujas causas da morte estão relacionadas a outras doenças). Os demais seguem internados ou foram transferidos para outras instituições de saúde.



Entre os óbitos de pacientes relacionados ao Coronavírus no Tacchini, 109 estavam em UTI Adulto. A estatística mostra que a letalidade entre os pacientes em tratamento intensivo no hospital bento-gonçalvense é de 24,72%. O número é quase duas vezes menor do que o registrado por uma pesquisa realizada no início de 2021 pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O estudo nacional colheu os dados de 37 hospitais de Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, chegando à média final de 47,6% de mortes. 



“Sabemos que por trás dessas estatísticas positivas estão vidas humanas. Lamentamos cada perda, mas vibramos muito com cada paciente recuperado. E podemos atribuir esses dados a diversos fatores. Durante a pandemia aprendemos a trabalhar melhor em equipe, ampliar o cuidado e diminuir a distância do paciente com seus familiares através das vídeo chamadas. Hoje estamos testando nossa capacidade de resiliência e todos os dias nos surpreendemos com a força das nossas equipes multiprofissionais”, descreve a dra. Roberta Pozza, diretora de divisão hospitalar do Tacchini Sistema de Saúde.



Atendimento Fast Track 



No dia 21 de abril de 2020, o Tacchini colocou à disposição da população seu atendimento Fast Track. Localizado em frente ao Pronto Socorro, o local foi concebido para isolar o fluxo de pacientes com sintomas respiratórios. Desde sua abertura até o dia 16 de março, foram realizados 10.659 atendimentos, ou seja, média de  32,3 consultas por dia.

 

 

Alexandre Brusamarello

Assessoria de Comunicação Hospital Tacchini

(54) 3455.4333