Jaguar Parade recebe mais de 170 projetos para customização de esculturas de onças-pintadas

Casa

Casa
standard image post

150 artistas se inscreveram em dois meses; Ação consiste em expor as peças em diversas partes da cidade e depois leiloá-las


A Jaguar Parade, intervenção artística urbana que reúne esculturas de onças-pintadas estilizadas, recebeu mais de 170 projetos, enviados por 150 artistas de diversos estados brasileiros. Ainda, nomes como Antonio Peticov, Panmela Castro, Mauro Neri, Maramgoní, Gustavo Nenão, Marcelo Eco e Binho Ribeiro são alguns dos nomes convidados pela Artery, empresa responsável pela iniciativa, para a pintura das peças.

A exposição conta com esculturas gigantes de onças-pintadas, que serão customizadas por diversos artistas. Durante os meses de agosto a setembro, o shopping Market Place, localizado no bairro do Morumbi, em São Paulo, exibirá as pinturas em um formato de ateliê aberto à visita da população. Após esse período, as obras seguem para exposição durante um mês nos shoppings JK Iguatemi, Iguatemi SP e Pátio Higienópolis e depois as obras ganharão as ruas e praças de São Paulo por mais um mês, entre outubro e novembro.

No dia 29 de novembro, data que celebra nacionalmente as onças-pintadas, a Artery, realizará um leilão para arrematar as peças, no Hotel Unique. Metade do valor arrecadado será destinado a entidades originalmente brasileiras com foco na preservação da onça-pintada e de seu ecossistema, dentre elas a Onçafari, SOS Pantanal e AMPARA Animal. Parte do valor também será destinado aos artistas participantes.

"A iniciativa inédita tem o intuito de mobilizar a sociedade contra a extinção da biodiversidade, com foco no maior felino das Américas, a onça-pintada. Segundo o ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade -, essa espécie é classificada como vulnerável no Brasil. Porém, em alguns biomas como a Mata Atlântica, a espécie é considerada como criticamente ameaçada, pois existem menos de 300 indivíduos em toda sua extensão", comenta Gustavo Figueiroa, biólogo que faz parte da equipe do Onçafari.