Turismo da Vacina | por Avanti Viagens

Estilo

Estilo
standard image post

É fato que para o mundo retomar o seu ritmo normal teremos que alcançar a maioria da população vacinada. Várias cidades onde a vacinação já atinge a marca de 70% estão sendo retiradas todas as restrições de lockdown, cujo sistema de saúde está controlado com uma baixa ocupação de leitos. Se vê nos noticiários pessoas retomando o seu cotidiano. Foi o caso de Nova York, que nesse mês de junho teve um emblemática queima de fogos na Estátua da Liberdade como comemoração. Um marco na história, sinal que traz esperança também para todos os brasileiros.

No velho continente, a União Europeia já anunciou que, a partir de julho, vai começar aceitar o certificado digital de vacina, com a abertura das suas fronteiras para todas as nacionalidades, sinalizando que essa será uma tendência no mundo inteiro. Acredita-se que já para o segundo semestre todas as viagens possam retomar de uma forma mais segura e tranquila.  

Por aqui, o Brasil anunciou uma previsão otimista de vacinação até o final do ano, que irá abranger a maioria da população com parcerias com várias vacinas. Entretanto, as empresas de turismo oferecem a possibilidade do brasileiro receber a vacina antecipadamente no exterior através das viagens sanitárias, onde a pessoa viaja de uma maneira segura, com todos os protocolos, recebe a vacina, abrindo assim um mundo de oportunidades.

Um dos destinos mais procurados para essa modalidade de viagem é nos Estados Unidos. O país oferece vacina a todos os turistas que chegam de forma gratuita nas cidades de Nova York, Miami e Orlando. Em alguns casos, a vacina está sendo feita no próprio aeroporto, podendo até escolher entre a Pfizer e a Johnson, em dose única.  Agências especializadas oferecem toda a assistência totalmente em português para auxiliar os turistas.

Saiba as regras para os brasileiros:

- Antes de entrar nos Estados Unidos é necessário fazer uma quarentena de no mínimo 14 dias em algum dos países que não tenha restrição de entrada, como por exemplo, alguns destinos da América do Sul e Central: Punta Cana, México, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Curaçao, Bahamas, Colômbia, Bolívia, Paraguai e Equador. Uma boa sugestão está o roteiro no México, um dos países mais seguros para se viajar. Desde, o início da pandemia, o país nunca fechou fronteira e oferece diversas opções de roteiros, históricos, culturais, natureza e praias maravilhosas com excelentes estruturas e o melhor, com valores bem em conta.

- Apresentar PCR negativo feito no mínimo 72 horas antes do embarque;

- Ter documentação em ordem, passaporte e visto aprovado;

Seguindo normas acima é possível para nós brasileiros se vacinar nos Estados Unidos e se tornar um viajante ainda mais preparado para desbravar o mundo.

Independente da forma, a vacina é a única forma de preservar a sua saúde e a do próximo. Seja nessa modalidade de viagem sanitária, ou aqui no Brasil, o turismo, um dos setores mais afetados, encontra formas de aliar lazer e saúde para que conseguimos o mais breve possível recuperar o nosso direito de ir e vir. A nossa saúde física e mental agradece.